A Fundação - História
  • Pálacio dos Aciprestes - Sede da Fundação Marquês de Pombal


A Fundação Marquês de Pombal é uma pessoa coletiva de direito privado, sem fins lucrativos, visando fins de utilidade pública.

Por iniciativa do Vereador Noronha Feio, foi apresentada em 1987, a proposta de criação de uma Fundação Municipal de Serviços Desportivos, tendo a mesma sido objeto de aprovação do executivo municipal, com o alargamento do seu âmbito, às áreas da Cultura e da Ação Social. Assim, foram aprovados os Estatutos da Fundação Marquês de Pombal, por deliberação da Câmara Municipal de Oeiras, de 4 de Janeiro 1989 e por deliberação da Assembleia Municipal de 10 de Julho de 1990.

Instituída por Escritura Publica de 23 de Março de 1992, entre o Município de Oeiras e várias empresas e individualidades do concelho, sendo o seu primeiro Presidente o General João António Pinheiro.

Os motivos que determinaram a escolha do nome do polémico estadista para se associar à constituição desta Fundação foi a sua ação governativa e filosofia de progresso que é referenciada como modelo de modernização da sociedade, nomeadamente, nos seus vetores económicos, social e cultural.

A Fundação tem por fim contribuir, primordialmente, para o desenvolvimento do Concelho de Oeiras, nos domínios da ação social, no que respeita ao apoio a crianças e jovens, à família, à integração social e comunitária, à proteção dos cidadãos na velhice e invalidez, da promoção e proteção da saúde, da cultura, da educação, das artes e ciências e do desporto, podendo estender a sua ação às Autarquias com aquele concelho geminadas, no âmbito da figura do Marquês de Pombal.

Com mais de 20 anos de existência, a Fundação tem a sua sede no Palácio dos Aciprestes, cedido pelo município em regime de comodato, onde se situa a Galeria de Arte, a Biblioteca, o Salão Nobre (sala de concertos e conferências). Do conjunto arquitetónico, do Palácio, fazem parte, a Casa Alexandre Gusmão, o Parque Infantil Dr. João António Eusébio, o Parque das Amendoeiras e os espaços contíguos ao Palácio.

No âmbito de Protocolos entre a Município de Oeiras e a Fundação Marquês Pombal, foi cedida a gestão da Ludoteca Fundação Marquês de Pombal, e do Parque de Ateliers da Quinta do Salles, em Carnaxide, Outurela/Portela.