Palácio dos Aciprestes volta a ter semana de música

  • 201412111107xA2FF.JPG

  • Entre segunda e sexta-feira repete-se o ATL musical que a escola de música Crescendo Oeiras preparou para este Verão em parceria com a Fundação Marquês de Pombal.

    (Veja aqui o vídeo.)

    Durante esta semana, de 7 a 11 de julho, realiza-se o ATL preparado pela Crescendo - Escola de Música de Oeiras, repetindo-se a experiência da penúltima semana de junho.

     

    No Palácio dos Aciprestes, em Linda-a-Velha, vai decorrer novamente o ATL Verão Musical, onde são oferecidos 3 cursos diferentes. O primeiro é intitulado "Êxitos Pop/Rock" e promete a experiência de preparar e montar um espetáculo de bandas como um verdadeiro profissional.

     

    "Este ATL surgiu de uma ideia base que já tínhamos, de um curso de Verão que começámos há 2 anos atrás", explica a professora de piano, Ana Cristina Esteves. Nesta iniciativa "a ideia é as pessoas participarem, com ou sem conhecimentos, e trabalhar de modo a montar um espetáculo" que será apresentado no final da semana. Relativamente ao espaço que acolhe o ATL, Ana Cristina considera que "o Verão é sempre ideal e este é um espaço fantástico".

     

    Vírgínia Carvalhal, da escola de música Crescendo Oeiras, informa que o ATL está disponível para pessoas de qualquer idade e nível de conhecimentos: "todos os cursos estão preparados para alunos que já tenham alguns conhecimentos", mas a organização está preparada para receber e ensinar "alunos do 0".

     

    O segundo curso tem como objetivo dar conhecimentos e ferramentas práticas necessárias à produção de um vídeo, desenvolvendo o trabalho em equipa num projeto audiovisual, desde a preparação à produção e da pós-produção à exibição. Os participantes, com idade mínima de 12 anos, poderão usar os recursos que têm ao dispor, sejam câmaras de telemóvel, webcam ou máquinas de filmar caseiras. O número de participantes mínimo é de 6 pessoas e o máximo de 10.

     

    No terceiro curso, de áudio, os participantes poderão aprender a fazer o som de uma banda ao vivo, com amplificação de instrumentos acústicos, elétricos, som para público e para os músicos. A idade mínima para participação é de 10 anos.

     

    Toda a informação relativa a inscrições está disponível no site da Crescendo.