Concerto da OCCO em "HOMENAGEM A MAX REGER - 100 ANOS DA SUA MORTE"

  • 201601071127x8DFF.png
  • O Palácio dos Aciprestes receberá mais um concerto da Orquestra da Câmara de Cascais e Oeiras.

    Não falte, no próximo dia 17 de janeiro, pelas 17h00 ao concerto "HOMENAGEM A MAX REGER - 100 ANOS DA SUA MORTE".

    Programa

    M. REGER - Serenata para violino, viola e flauta em Ré Maior Op. 77a

    Allegro

    Andante semplice con variazioni

    Presto

    M. REGER - Trio para violino, viola e violoncelo N.º 2 Op. 141b

    Allegro

    Andante molto sostenuto con variazioni

    Vivace

    M. REGER - Serenata para violino, viola e flauta em Sol Maior Op. 141a

    Vivace

    Larghetto

    Presto

     

    O Espétáculo contará com:

    Gergana Bencheva – violino

    Jeanne Antoniuk – viola

    Tiago Ribeiro – violoncelo

    Ricardo Alves – flauta

    Solistas da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras

     

    GERGANA BENCHEVA violino

    Nasceu em Sófia (Bulgária). Estudou na Escola Nacional de Música, em Sófia, com a Profª. Julia Anguelova. Enquanto estudante, gravou para a Rádio Televisão Nacional Búlgara. Em 1997, recebeu prémios no concurso nacional de música alemã e austríaca e no concurso “Jovens Talentos”.

    Licenciou-se na Academia Nacional de Música em Sófia, na classe de violino da Profª. Ginka Gichkova. Actuou como solista em várias orquestras búlgaras.

    Participou nas master-classes com I. Neaman, M. Frishenshlager, A. Kisš, E. Kamilarov, M. Minchev, M. Lapshansky. Foi concertino da New Simphony Orchestra, na Bulgária, e da Junge Europa Philarmony, na Alemanha.

    É música efectiva da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e professora de violino no Conservatório de Música de Cascais.

     

    JEANNE ANTONIUK Violo

    Natural de Kiev (Ucrânia). Começou os estudos musicais aos seis anos de idade. Em criança fez parte do elenco do Teatro nacional de Ópera e Balet da Ucrânia.

    Concluiu a formação em cravo da Escola de Música do Conservatório Nacional. Aos quinze anos entrou para o Colégio Superior Musical de Kiev. Terminou o curso com distinção e no mesmo ano entrou para o Conservatório Superior Estatal de Kiev. Entre 1995 e 1997 fez parte da Orquestra Nacional Sinfónica da Ucrânia.

    Desde 1997, reside em Portugal. Durante três anos leccionou no Conservatório Regional de Ponta Delgada. A partir de 2001, é membro efectivo da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e professora no Conservatório de Música de Cascais.

     

    TIAGO RIBEIRO violoncelo

    Nasceu em Lisboa em 1977. Aos seis anos, iniciou os seus estudos musicais com seu pai, ingressando mais tarde na classe do Prof. Celso de Carvalho na Academia de Música de Santa Cecília, com quem concluiu o 5º grau.

    Estudou, ainda, com o Prof. Levon Mouradian. Prosseguiu os seus estudos com o Prof. Luís Sá Pessoa, concluindo o Curso Complementar de Violoncelo.

    Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Licenciado pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou com a prof.ª Célia Vital.

    Participou nos CDs de Constança Capdeville e de Christopher Bochmann. Frequentou também master classes com prof. M. Carneiro, Cl. Vital, J. Knight e B. Broudie. Colaborou com a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orquestra de Câmara de Braga, a Orquestra Clássica do Algarve e a Orquestra Sinfonieta de Lisboa como músico convidado.

    É músico efectivo da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e professor no Conservatório de Música de Cascais.   

     

    RICARDO ALVES flauta

    Ricardo Alves nasceu em 1986 na freguesia de Mouriscas, Abrantes. Iniciou os seus estudos musicais na Escola de Música da Sociedade Musical Rossiense , tendo ingressado no Conservatório Regional de Tomar aos 13 anos, na classe de flauta transversal do professor Nuno Inácio, e mais tarde  na Escola de Música da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, na classe da professora Sofia Cosme.

    Aos 18 anos ingressa na Academia Nacional Superior de Orquestra (A.N.S.O.) na classe de flauta do professor Nuno Inácio, tendo terminado a Licenciatura em 2008, ano em que vai para o Reino Unido, e no Centro Nacional de Cultura desenvolve estudos com o célebre pedagogo e flautista Trevor Wye.

    Realizou trabalhos com os maestros Michael Zilm, Jean Marc Burfin, Christopher Warren-Green, Jean-Sébastien Béreau, Christian Ludwig, Nikolay Lalov, Nir Kabaretti, José Colado,Joana Carneiro, Cesário Costa, Jorge Mata, Alberto Roque, José Brito, entre vários outros.

    Esta atualmente a finalizar o mestrado em Ensino de Música – Flauta Transversal, na Universidade Nova de Lisboa.

    Ricardo Alves também colabora, regularmente, com a Lisbon Film Orchestra, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e Orquestra Metropolitana de Lisboa, atividade que articula com a docência nos Conservatórios de Música D. Dinis – Odivelas, e Jaime Chavinha – Minde.