Exposição "A Origem” de Hélio Cunha

  • 201809300935xCFC0.jpg
  • 13 setembro a 15 outubro | Galeria do Palácio dos Aciprestes

    Exposição de desenho da autoria de Hélio Cunha na qual (...) em cenários de luz e sombra, a perspetiva define e indefine a diferença de escala porque, quantas vezes, o que está longe, sendo pequeno, se torna subitamente grande, e o que está perto, sendo grande, se torna pequeno. Neste jogo de ambiguidades, aparentemente contraditórias, o pintor é exímio a desafiar a lógica das proporções. Neste teatro imaginário, os objetos-personagens, esculpidos em pedra, em metal e em vidro, apropriam-se do espaço envolvente, como peças de um puzzle enigmático, que aceita todas as combinatórias e alternativas, em diferentes contextos, que a rigorosa e quase obsessiva determinação do autor proporciona, numa constante relação com o carácter imprevisível da lei do acaso, que o sonho acentua e enaltece. (Eurico Gonçalves).

    Hélio Cunha nasceu na Penha de França em Lisboa. Em 1978, viveu em Inglaterra onde iniciou estudos e experiências no domínio das artes plásticas. Na década de oitenta, frequentou o ateliê de Mestre Soares Branco nos Coruchéus. Participou em diversas exposições individuais e coletivas um pouco por todo o território nacional, mas também em Madrid, Paris, Londres, Berlim e Nova Iorque. Em 2013 expôs Pintura Desenho e Colagem, com Cruzeiro Seixas, no Forte do Bom Sucesso. Em 2016 a Editora Chiado lançou o livro “Hélio Cunha/Pintura Desenho Palavras”, com prefácio de Cruzeiro Seixas.

    Informações:

    • eventos@fmarquesdepombal.pt
    • Telefone (+351) 214 158 160 | 933 877 714
    • www.fmarquesdepombal.pt